ARTIGOS MÉDICOS 12

 

COMEÇANDO O TRATAMENTO

 

Conversando com o meu médico…


Receber um diagnóstico de um câncer não é fácil pra ninguém. Por isso mesmo, já é esperado que você fique meio atordoado por um tempo. É muita informação nova e somente aos poucos é que você vai conseguir assimilar e entender tudo que está acontecendo com você e com a sua vida.

Pensando nisso, o Oncoguia criou para você uma série de questionários para ajudá-lo no seu dia-a-dia.

Estudos mostram que pacientes informados sobre o câncer e seus tratamentos, tendem a enfrentar melhor essa fase e até a apresentar menos efeitos colaterais quando comparados àqueles que simplesmente seguem as orientações médicas.

Sabemos que a informação pode lhe ajudar a se sentir mais seguro e participativo.

No entanto, muitos pacientes preferem não se aprofundar a respeito do tratamento. Não se preocupe, não há jeito certo ou errado para este caso. O importante é você identificar qual é o seu jeito e procurar respeitá-lo.

Orientações gerais:

Não leve dúvida para casa. Aproveite o tempo da consulta para esclarecê-la.

– Durante a consulta, se você não estiver entendendo o que o seu médico está lhe dizendo, fale pra ele. É muito importante que você não saia da consulta com dúvidas. Elas vão te preocupar em casa.
Tudo é muito novo, e o médico vai, com certeza, utilizar muitos termos que você não tem a menor idéia do que são. Se você falar que não entendeu, ele pode tentar te explicar de outra forma (por exemplo, utilizando uma figura ou fazendo um desenho).

– Tenha uma agenda só para o seu tratamento. Serão muitas consultas (muitas vezes com vários profissionais), exames, quimioterapias ou radioterapias. Use esta agenda para anotar as dúvidas que forem surgindo durante o tratamento.

– No dia do retorno, comece esclarecendo as suas dúvidas. Se der, anote as respostas ou peça para o seu acompanhante anotar.

– Seja paciente. Várias consultas serão necessárias para que vocês (médico X paciente) estabeleçam uma boa relação. Para que você comece a entendê-lo.

– Caso você queira obter mais informações sobre o seu caso, peça para o seu médico lhe sugerir sites ou livros.

– Caso você queira obter uma segunda opinião médica, você também pode avisar o seu médico. Isso é direito seu.

Sugestões de perguntas para a consulta

Informações gerais

  1. Qual é o meu tipo de câncer?
  2. O que pode ter causado este tipo de câncer?
  3. Pode ser genético? Devo conversar com as pessoas da minha família?
  4. Como eu devo me preparar para iniciar este tratamento? Devo mudar alguma coisa na minha vida?

Sobre os sintomas

  1. Quais os sintomas comuns neste tipo de câncer?
  2. Como eu posso evitar ou diminuir esses sintomas no meu dia-a-dia?
  3. Existe alguma atividade que eu não devo realizar ou que eu devo evitar para que os sintomas não piorem?
  4. Se algum novo sintoma surgir ou piorar, como devo proceder?
  5. Em quais situações eu devo ligar para você?

Sobre o diagnóstico

  1. Para que possamos confirmar o diagnóstico, quais exames e procedimentos serão necessários?
  2. Com que freqüência?
  3. Como eu posso me preparar para esses exames ou procedimentos?
  4. Onde eles serão realizados?

Estadiamento

  1. Qual é o estadio da minha doença? Como isso determina o tratamento do meu câncer?
  2. Minha doença pode progredir? E regredir?
  3. Qual é o meu prognóstico?
  4. Podemos falar em cura para o meu câncer?

Sobre o tratamento

  1. Qual é o tratamento recomendado para a minha doença?
  2. Este é o tratamento padrão?
  3. Existem outras opções de tratamento?
  4. Como será o meu tratamento? Com que freqüência? Quanto tempo durará o tratamento?
  5. Se for quimioterapia, qual é o nome do medicamento?
  6. Ele é um medicamento de referência? Ou é genérico ou similar?
  7. Quais efeitos colaterais eu posso esperar?
  8. Riscos e benefícios deste tratamento?
  9. E se o meu câncer apresentar metástases, isso influencia no tratamento? O que acontece?
  10. Qual é o resultado esperado?
  11. Quanto tempo durará cada quimioterapia?
  12. Vou sentir dor?
  13. Precisarei ficar no hospital?
  14. Daqui a quanto tempo, mais ou menos, poderei retomar todas as minhas atividades normais?
  15. Se for radioterapia, quais efeitos colaterais eu posso apresentar?
  16. Quanto dura cada sessão? Terei que fazer quantas sessões??

Recursos de Suporte

  1. Existe na clínica ou no hospital, uma psicóloga para eu conversar?
  2. E dentista, para eu fazer uma prevenção de mucosite?
  3. E fisioterapeuta?
  4. Onde eu posso encontrar informações que me ajudem a lidar com o meu diagnóstico? Sugestões de leitura e de sites.
  5. E os meus familiares, há algum trabalho oferecido a eles?

Seguimento do tratamento

  1. Em que situações eu devo ligar para a clínica?
  2. De quanto em quanto tempo, eu devo remarcar uma consulta?

Estas são sugestões de perguntas que podem lhe ajudar na comunicação com o seu médico.  SE você achar que podem lhe ajudar, aproveite.

O importante é não ficar com dúvidas.

Oncoguia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: