ARTIGOS MÉDICOS 5

Linfedema: tratamento fisioterapêutico


A partir de agora você irá conhecer alguns detalhes do tratamento ao qual irá se submeter. Para começar, saiba que o tratamento do linfedema exigirá de você uma boa dose de força de vontade e perseverança. Tenho certeza que estas são as suas qualidades mais marcantes, afinal você já passou pelo que passou e está aí mais forte do que antes, não é?

Entender a importância da técnica e de cada fase irá contribuir para o sucesso do tratamento e também a fará suportar algum eventual desconforto, além de prepará-la psicologicamente para esta nova empreitada. Então, vamos lá?

O Início do tratamento – O primeiro dia será reservado para a avaliação, exame físico, orientações, explicação do tratamento e determinação do material necessário para as sessões.

Avaliação e Exame Físico: mesmo com o diagnóstico confirmado pelo médico, o fisioterapeuta fará sua própria avaliação e exame físico, que serão importantes para o tratamento. Nesta fase algumas questões (como as que estão abaixo) deverão ser respondidas por você.

Portanto prepare-se para elas e se necessário, faça anotações para não esquecer algum detalhe e leve-as no dia da avaliação.

  1. Como e quando apareceu o linfedema?
  2. Sente dor? Com que frequência? Em que situações sente dor?
  3. Tem outra doença além do linfedema?
  4. Tem alguma alteração na pele?
  5. Fez radioterapia?
  6. Houve alguma complicação pós-cirúrgica?
  7. Toma medicamentos? Quais?

OBS: Provavelmente serão solicitados os seus exames atuais e antigos, leve-os com você!

Após esta entrevista inicial, o exame será iniciado através da verificação do estado da sua pele, do edema e sua extensão. O fisioterapeuta fará algumas medidas e anotações.

Orientações: Lembra daqueles cuidados com a pele que vimos em nosso primeiro encontro? Pois é, esses cuidados serão reforçados agora, afinal o linfedema implica em uma deficiência imunológica local e qualquer pequeno ferimento passa a ser a porta de entrada para infecções que contra-indicam o tratamento fisioterapêutico e implicam em dias de tratamento medicamentoso. Portanto leve muito a sério estes cuidados!

A automassagem poderá ser orientada e ensinada de maneira simples e fácil compreensão, assim como alguns exercícios para serem realizados em casa. Qualquer dúvida em relação aos exercícios, a massagem ou aos cuidados com a pele devem ser sanados, aproveite as sessões com o seu fisioterapeuta, que na primeira fase do tratamento serão diárias, para esclarecer estes e quaisquer outros problemas relacionados ao seu tratamento.

É importante lembrar que o tratamento do linfedema envolve um conjunto de ações, todas importantes para a obtenção de bons resultados. Você e o seu fisioterapeuta são a partir de agora uma equipe com um desejo em comum: o sucesso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: