ULTRA-SOM DE MAMA

É indiscutível a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama para garantir a terapêutica mais efetiva e maior sobrevida. O ultra-som de mama é um método de imagem que permite a avaliação da glândula mamária e detecção de lesões, mas que não deve ser utilizado como rastreamento.
A mama é um órgão relativamente grande para ser examinado com minúcias pelo ultra-som, por isso, lesões muito pequenas podem passar despercebidas. No entanto, ele pode ser indicado como excelente complemento da mamografia para examinar com cuidado uma lesão duvidosa existente em determinada área da mama. Por outro lado, existem lesões que não aparecem na mamografia, mas aparecem no ultra-som. Por isso, ele deve ser pedido se alguma anormalidade for percebida em qualquer região da mama.
Em mamas densas à mamografia, o estudo pela ultra-sonografia é indicado para pesquisa de eventuais nódulos sólidos ou cistos que não tenham sido individualizados. É indolor e dinâmico, além de não utilizar radiação.
Uma limitação frequentemente lembrada para a ultra-sonografia é a sua incapacidade de detectar microcalcificações. Baseando-se nessa premissa alega-se que o método não tem capacidade de detectar tumor mínimo. O ultra-som de mama é recomendado para complementar o diagnóstico da mulher que já apresenta alguma lesão.
O desenvolvimento de equipamentos ultra-sonográficos de alta resolução, associados ao Doppler colorido aumentaram a acuidade diagnóstica do ultra-som mamário e o transformaram em um dos principais métodos de diagnóstico das patologias mamárias. Esses equipamentos oermitem observar se o nódulo apresenta atividade sanguínea.
Persiste ainda, como fatores negativos e desvantajosos do ultra-som, a ausência de uma imagem global das mamas e a dificuldade de se interpretar estudos realizados em outros serviços, pois nem todos adotam a mesma técnica e também não documentam extensamente todas as posições examinadas, o que dificulta análise comparativa em longo prazo.
O ultra-som é muito útil para orientar punções, biópsias ou marcações pré-cirúrgicas de lesões não palpáveis.
A ultra-sonografia das mamas não é método de rastreamento para câncer de mama. Deve ser considerada como um importante adjuvante em algumas condições. A mais freqüente e importante é a determinação pela ultra-sonografia da composição de um nódulo detectado pela palpação ou pela mamografia.
 
Para saber mais:
A Mama em Imagens. Dakir Lourenço Duarte. Guanabara Koogan

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: