INIMIGAS DO CÂNCER

SUBSTÂNCIA PRODUZIDA POR CÉLULAS DE EMBRIÕES FAZ TUMOR DESAPARECER

Cientistas americanos descobriram que células-tronco embrionárias humanas produzem uma proteína capaz de combater o câncer, em laboratório. O estudo realizado na Universidade do Noroeste, em Chicago, foi divulgada na revista “NEW SCIENTIST”.

O risco de a terapia com células-tronco causar câncer tem sido uma preocupação de cientistas. Mas os pesquisadores americanos afirmam que a proteína liberada pelas células embrionárias poderia inibir o crescimento e a disseminação de câncer de mama e melanoma(o tumor maligno de pele).

Eles suspeitam que a proteína, chamada LEFTY, teria o mesmo efeito em outros tumores, inclusive de próstata. As similaridades entre as células que se transformam em diferentes tecidos e aquelas que formam tumores intrigam cientistas. As duas têm a capacidade de se renovar e dar origem a diferentes células.

A equipe americana constatou que células-tronco embrionárias humanas fabricam substâncias químicas normais da pele. O melanoma e o câncer de mama fabricam a proteína NODAL, que ajuda na disseminação do tumor. Esta proteína também facilitaa habilidade de as células embrionárias se transformarem em diferentes tecidos.

No estudo, foram encontradas substâncias com ação anticâncer produzidas por células-tronco embrionárias, talvez, segundo os cientistas, devido ao bloqueio da NODAL. Segundo a cientista Mary Hendrix, que liderou a pesquisa, as céulas tumoraisnão expressam a LEFTY.

– Isto permite que elas possam produzir a NODAL de maneira irregular, crescendo e se disseminando – diz.

DOENÇA REGREDIU EM LABORATÓRIO

Ao expor células tumorais agressivas a substâncias de células embrionárias, que contêm LEFTY, os níveis de produção de NORDAL caíram significativamente, e o câncer se tornou menos invasivo e até mesmo começou a regredir. Mary disse estar otimista com tratamento anticâncer baseado no uso de proteínas de células-tronco embrionárias, semelhantes à LEFTY:

– Acreditamos que descobrimos algo importante – afirmou – Outras proteínas de células-tronco embrionárias com prováveis efeitos anticâncer serão descobertas.

A LEFTY é produzida apenas por células embrionárias, e não por outras células-tronco, como material do líquido amniótico, do cordão umbilical e da medua óssea. Lyle Armstrong, da Universidade de Newcastle, disse que o estudo americano é “convincente”, mas é preciso investigar se outros tipos de câncer respondem da mesma forma.

FONTE: O GLOBO NA INTERNET               http://www.oglobo.com.br/ciencia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: