DIA MUNDIAL DE COMBATE AO CÂNCER

DIA MUNDIAL DE COMBATE AO CÂNCER – 08/04/2008

Paralelamente ao aumento dos casos de câncer no mundo todo, a quantidade de informações sobre a doença vem propiciando maior possibilidade de prevenção e de cura não somente pelo conhecimento de hábitos relalacionados ao surgimento de tumores, mas também em virtude da evolução dos exames e procedimentos médicos.

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, a ABCâncer alerta, mais uma vez,  a população sobre hábitos de vida saudáveis que devem ser adotados como medida preventiva, além de expor exames de detecção precoce que podem contribuir para um bom prognóstico caso a pessoa identifique um tumor maligno.

 RECOMENDAÇÕES GERAIS:

*Mantenha-se fisicamente ativo, por pelo menos 30 minutos todos os dias; 
 
*Evite bebidas açucaradas e limite o consumo de alimentos de alto valor calórico. Coma mais alimentos de origem vegetal como hortaliças, frutas, cereais e grãos integrais. Limite o consumo de carnes vermelhas e evite carnes processadas;
 
*Não deixe de fazer os exames de rotina; 
 
*Evite bebidas alcoólicas. Caso consuma, limite a 02 doses ao dia se for homem e 01 dose se for mulher; 
 
*Não use suplementos alimentares para se proteger contra o câncer
 
*E lembre sempre, não fume.


Tipos de câncer mais prevalentes

* Fonte: INCa (Instituto Nacional do Câncer)


HOMENS

1º – Próstata (Estimativa 2008-2009: 49.530 casos)


Prevenção: Não se sabe quais são as razões específicas que levam a desenvolver esse tipo de câncer, portanto, valem as recomendações gerais.


Diagnóstico: Realize o exame clínico (toque retal) a partir dos 50 anos; caso haja algum indício a partir do toque retal, é preciso fazer o exame de ultra-sonografia transretal e o exame de dosagem PSA (antígeno prostático-específico). Homens acima de 50 anos de idade tem mais riscos de densevolver a doença. Aqueles que possuírem histórico familiar de pai e/ou irmão diagnosticados com esse tipo de câncer devem realizar os exames preventivos a partir dos 40 anos de idade.


2º – Pulmão (Estimativa 2008-2009: 17.810 casos)

Prevenção: Evite fumar e se expor a substâncias tóxicas, como o asbesto e o amianto, por exemplo.


Diagnóstico: Se houver suspeita de câncer de pulmão, a citologia de escarro – exame microscópico das células obtidas numa amostra de escarro –  é um teste simples que pode ser útil para detectá-lo. O médico também pode pedir uma radiografia do tórax e outros testes, como a tomografia computadorizada.


3º – Estômago (Estimativa 2008-2009: 14.080 casos)

Prevenção: Dieta balanceada, não ingira bebidas alcoólicas e não fume, prefira alimentos com vitamina A, sem conservantes e peixes, que contribuem para a prevenção da doença.


Diagnóstico: Sintomas como fadiga, vômitos, anorexia, náuseas e desconforto abdominal podem ser um alerta para a doença. Caso você apresente tais sintomas por um período prolongado, procure um médico para que, através da endoscopia e do exame de fezes, seja possível afirmar o que representam tais variações.


4º – Cólo e Reto (Estimativa 2008-2009: 12.490 casos)

Prevenção: Alimentação balanceada que forneça os nutrientes necessários e rica em fibras para o bom funcionamento do intestino. Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas em excesso.


Diagnóstico: A doença é mais freqüente em homens acima dos 50 anos de idade, podendo aparecer pólipos benignos nas paredes do cólon e do reto. Fique atento a sintomas como fadiga, náuseas, desconforto abdominal e problemas relacionados ao funcionamento do intestino, pois eles podem estar evidenciando o aparecimento de um tumor no instetino. Por meio do exame das fezes, é possível verificar a presença de sangue na região (indício inicial) e então analisar a necessidade de fazer o exame de colonoscopia.


5º – Cavidade oral (Estimativa 2008-2009: 10.380 casos)

Prevenção: Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas em excesso. Mantenha uma boa higiene bucal e consulte o dentista regularmente.


Diagnóstico: No caso de aparecimento de uma ferida (afta) na cavidade bucal que não apresente melhora no período de duas semanas, é preciso procurar o dentista a fim de identificar o que tal lesão representa; será realizada uma biópsia para o diagnóstico preciso.


MULHERES

1º – Mama (Estimativa 2008-2009: 49.400 casos)


Prevenção: Não se sabe quais são as razões específicas que levam a desenvolver esse tipo de câncer, portanto, valem as recomendações gerais.


Diagnóstico: Auto-exame mensal a partir da primeira menstruação; mamografia anual a partir dos 40 anos (pessoas que tem histórico familiar relacionado à doença devem iniciar os exames a partir dos 30 anos)


2º – Cólo do útero (Estimativa 2008-2009: 18.680 casos)

Prevenção: Uso de preservativos nas relações sexuais e vacina para HPV (esse vírus é causador de grande parcela dos casos de câncer de cólo do útero)


Diagnóstico: Realize exames, como, por exemplo, o papanicolau, a colposcopia, e o ultrassom transvaginal. Caso a suspeita permaneça, você deverá realizar uma biópsia.


3º – Cólo e Reto (Estimativa 2008-2009: 14.500 casos)

Prevenção: Alimentação balanceada que forneça os nutrientes necessários e rica em fibras para o bom funcionamento do intestino. Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas em excesso.


Diagnóstico: A doença é mais freqüente em homens acima dos 50 anos de idade, podendo aparecer pólipos benignos nas paredes do cólon e do reto. Fique atento a sintomas como fadiga, náuseas, desconforto abdominal e problemas relacionados ao funcionamento do intestino, pois eles podem estar evidenciando o aparecimento de um tumor no instetino. Por meio do exame das fezes, é possível verificar a presença de sangue na região (indício inicial) e então analisar a necessidade de fazer o exame de colonoscopia.


4º – Pulmão (Estimativa 2008-2009: 9.460 casos)

Prevenção: Evite fumar e se expor a substâncias tóxicas, como o asbesto e o amianto, por exemplo.


Diagnóstico: Se houver suspeita de câncer de pulmão, a citologia de escarro – exame microscópico das células obtidas numa amostra de escarro –  é um teste simples que pode ser útil para detectá-lo. O médico também pode pedir uma radiografia do tórax e outros testes, como a tomografia computadorizada.


5º – Estômago (Estimativa 2008-2009: 7.720 casos)

Prevenção: Dieta balanceada, não ingira bebidas alcoólicas e não fume, prefira alimentos com vitamina A, sem conservantes e peixes, que contribuem para a prevenção da doença.


Diagnóstico: Sintomas como fadiga, vômitos, anorexia, náuseas e desconforto abdominal podem ser um alerta para a doença. Caso você apresente tais sintomas por um período prolongado, procure um médico para que, através da endoscopia e do exame de fezes, seja possível afirmar o que representam tais variações.

           
FONTE: http://www.abcancer.com.br
   

   




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: